Como um investidor iniciante pode começar na Bolsa de Valores

Como um investidor iniciante pode começar na Bolsa de Valores
Rate this post

Para se tornar um investidor é preciso muito mais do que apenas vontade e animação, é necessário estar preparado. Aliás, é fundamental que se capacite para ter condições de desempenhar um bom papel na Bolsa de Valores. Fique tranquilo, pois as informações e o conhecimento está ao seu alcance. Ser bem sucedido no mercado financeiro tem uma ligação muito estreita com preparação, organização e capacitação pessoal. Nesta publicação, vamos elucidar os primeiros passos e dar dicas valiosas para aqueles que desejam iniciar uma carteira de investimentos com resultados positivos. Saiba mais como investir na bolsa de valores.

Embora não pareça, no mundo do mercado financeiro é importantíssimo entender que paciência e disciplina são umas das grandes chaves para obtenção de sucesso. Um dos erros mais comuns que podemos citar é a preocupação com a necessidade de conseguir resultados imediatos. Quem age assim tende a realizar investimentos sem as devidas precauções e costumam responder apenas às tendências de momento. O resultado é simples e ruim: cedo ou tarde, esta conduta vai acarretar em prejuízos.

Antes de começar a investir de maneira propriamente dita, é interessante conhecer o funcionamento da Bolsa de Valores, principalmente a Bovespa. Trata-se de um mercado online, onde investidores realizam negociações de ações de empresas e de variados setores e diferentes produtos financeiros. Em outras palavras: é um meio voltado para que as empresas conseguam captar recursos para investir em si próprias. Assim, na prática, essas empresas vendem uma “fatia” para pessoas físicas ou outras empresas em troca do dinheiro delas. Não é complicado, certo? O resultado dessas operações é que aqueles que compram as ações de uma determinada empresa entram na participação e ganham o direito de receber parte dos lucros, e ainda outros benefícios. Olhando o lado das empresas, é possível entender que elas acabam captando recursos e dinheiro menor custo do que se fossem recorrer aos produtos bancários.

Falando sobre a parte prática de como investir na bolsa: Após cumprir todas as etapas de preparação teórica, com definição de objetivos e realização de pesquisas, o primeiro passo a ser tomado é abrir uma conta em uma corretora de ações ou banco tradicional. A partir daí, falando de maneira prática, já vai estar apto a comprar e vender ações. Inclusive, é possível realizar investimentos online, por meio do chamado Home Broker.

Fique sempre atento, pois é necessário ter certos cuidados nessa caminhada. Não leve fé nas chamadas dicas infalíveis e grandes atalhos. Não há nenhum tutorial mágico que vá proporcionar grandes lucros em curto prazo ou “jogadas de mestre”. Tenha em mente que é melhor começar com baixos investimentos e concentrar seus esforços na busca por experiência e não em garantir lucros robustos Não cometa o erro de deixar que seu estado de espírito influencie em suas decisões e adote uma postura passional na hora de investir. Evite acumular problemas em tentativas arriscadas ao querer dar passos largos ou destinar grandes montantes ou até 100% de seus recursos em um único investimento. Uma dica valiosa é entrar para os chamados clubes de investimento, uma ótima opção para investir bolsa, evitando altos riscos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *