Entendendo melhor o tesouro direto

Entendendo melhor o tesouro direto
4 (80%) 1 vote

                        O tesouro direto, como você já sabe, é composto pelos títulos emitidos pelo governo, que são comprados a um determinado valor pelo investidor e resgatados a um valor maior em uma determinada data futura pelo Governo, sendo essa diferença o lucro do investidor.

Entretanto, talvez você não saiba que os títulos do tesouro direto são negociados no mercado, assim como ações e commodities, desde a época em que são emitidos até o momento de maturação, o que abre a possibilidade para diversas estratégias mais complexas, porém com muito maior potencial de rentabilidade, envolvendo esses títulos.

Essa parte do investimento em tesouro direto é um pouco mais complicada e exige do investidor conhecimentos mais apurados para que ele possa se aproveitar e lucrar através de operações estrategicamente planejadas. Vamos explicar melhor como funciona essa negociação para que você comece a entender melhor como investir no tesouro direto.

como aplicar no tesouro direto

Todo título do tesouro possui um valor de face, que é o valor pelo qual esse título será resgatado, ou seja, o valor que o governo pagará ao comprador/investidor do título na data de vencimento, também chamada de data de maturação do título. Com a livre negociação dos títulos do tesouro direto no mercado, como já falamos, o preço desses papéis irá variar bastante, podendo ficar em muitos momentos acima ou abaixo do valor de face. Esse preço irá variar basicamente de acordo com a taxa de juros e as forças de oferta e demanda do mercado. Se os juros do mercado estão altos, por exemplo, o preço dos títulos do tesouro no mercado tende a diminuir, pois comparativamente eles se tornam menos interessantes em relação a outras formas de investimento com perfil de risco semelhante. Já se os juros do mercado estão muito baixos, os títulos do tesouro tendem a se valorizar em função de apresentarem juros mais atrativos. Um título cujo valor no mercado esteja acima de seu valor de face é chamado de título premium enquanto um cujo valor esteja abaixo do seu valor de face é chamado de título de desconto.

Outro ponto importante de se notar com relação ao tesouro direto é que títulos com uma pequena distãncia temporal entre a data de emissão e a data de vencimento tendem a apresentar pequenas variações de preço no mercado, se mantendo bastante próximo ao seu valor de face. Já no caso de títulos com uma escala temporal mais esticada, há uma variação muito maior do seu preço de negociação no mercado, devido principalmente a maior probabilidade variação da taxa de juros praticada nesse período maior de tempo. Tanto os títulos premium como os de desconto tendem a apresentar um preço muito próximo do seu valor de face a medida em que a data de maturação vai chegando, eventualmente chegando a zero.

Todas essas considerações já te permitem começar a pensar em estratégias mais complexas para serem postas em prática. Entretanto, para isso você precisa primeiro aprender como aplicar no tesouro direto. Nos próximos artigos eu irei falar melhor sobre isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *