O modo George Soros de investir

O modo George Soros de investir
5 (100%) 1 vote

No mundo dos investimentos existem inúmeras teorias, estratégias e formas de atuar, mas também há pessoas que são verdadeiras inspirações e referências na hora de adotar um tipo de perfil investidor. Muitas vezes é possível observar exemplos de como ou não agir no mundo dos investimentos. Se você já tem alguma experiência na área ou gosta de acompanhar as notícias relacionadas ao setor, com certeza já ouviu falar no nome George Soros. Se estiver iniciando sua caminhada no mundo dos investimentos e da bolsa de valores, vale a pena conhecer um pouco mais sobre a atuação desta importante figura.

Antes de falar propriamente do modo de atuar e dos negócios de Soros, é interessante conhecer o homem por trás do investidor. A trajetória de vida diz muito sobre o tipo de investidor que uma pessoa pode vir a ser. George Soros (Soros George, Hungria) é mais um entre tantos superinvestidores que estão sempre na luz dos holofotes do mercado.  Mas, diferentemente de muitos outros, a fama não o alcançou “apenas” por ser a 29ª pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna avaliada em cerca de 25 bilhões de dólares, segundo ranking da famosa revista Forbes. O perfil excêntrico e a história instigante tornam Soros um grande personagem.

Quem é George Soros?

Soros nasceu na Hungria, em 1930, e migrou com a família para Inglaterra. A decisão foi tomada por sua família, formada por judeus, que tentava escapar da repressão nazista. Foi na “terra da rainha”, em Londres, no ano de 1947, que Soros completou sua graduação na London School of Economics. Nos anos 1950, mudou-se para os Estados Unidos e entrou de cabeça no mundo do mercado financeiro, onde se consagraria como um dos maiores investidores do planeta. Uma curiosidade: Em 1992, Soros apostou milhões de dólares contra a teoria do banco central da Inglaterra, de que a libra esterlina seguiria tendo alta cotação, em uma ação que lhe proporcionou um imenso lucro de 1 bilhão de libras conquistados em apenas um dia. Com isso, recebeu a fama de ter sido “o homem que quebrou o Banco da Inglaterra”. Essa pequena curiosidade ilustra muito bem o modo de atuação de Soros – que mistura ousadia e, geralmente, escolhas certeiras.

Mandamentos do megainvestidor

A experiência de George Soros é vasta e digna de livros e estudos aprofundados. Vamos listar alguns dos principais ensinamentos e mandamentos do investidor para ilustrar sua maneira de pensar e agir no mercado.

Segundo Soros, é preciso saber quando se está agindo e investindo de maneira errada. Ter a consciência de que tomou decisões ruins e reconhecer isso vai ajudar o investidor a se recuperar e procurar saídas para contornar seus problemas, evitando a ampliação das perdas e prejuízos.

O húngaro é reconhecidamente um investidor ousado, mas não defende apostas únicas e concentradas em apenas um negócio. Por isso, sugere diversificar os investimentos para minimizar perdas quando algumas das ações se mostrarem equivocadas.

Soros defende a postura calculista e fria em relação aos negócios. As emoções e até o fato de haver diversão nos investimentos são sintomas de que algo está errado e você tem grandes chances de perder dinheiro. A rotina de decifrar o mercado, estudar, realizar pesquisas e escolher as melhores estratégias é árdua e não divertida, na opinião do “guru”.

Teoria da Reflexividade: Segundo Soros, existem momentos nos quais o mercado foge do estado de equilíbrio. Por exemplo: quando há um movimento de grande alta de ações, a própria conduta dos investidores e decisões humanas acaba por contribuir para que este desequilíbrio se mantenha. Para Soros, essas ações ocorrem como reflexo ao momento. Segundo o magnata, é interessante identificar essa capacidade da reflexividade em manter as tendências, mesmo que elas possam bater de frente com teorias mercadológicas.

Que tipos de investimentos Soros comanda atualmente?

Como foi falado anteriormente, Soros é um ícone no setor de investimentos e uma das figuras mais notáveis de Wall Street, como uma carteira de investimentos que chega aos 5 bilhões de dólares. Uma grande parcela dos investimentos de Soros está direcionada ao setor de tecnologia, contabilizando 40% de seus investimentos. Dentro desse montante, há empresas com variados perfis de atuação. Você sabia que Soros tinha ligações com o Brasil, ao investir na Embraer e Petrobras? Porém, no momento o investidor trabalha apenas com ações da Adecoagro, uma companhia produtora de açúcar e etanol no Mato Grosso, com sede fora do país, em Luxemburgo.

Algumas empresas em que Soros investe:

  • Amazon
  • Delta Airlines
  • Kraft Heinz
  • Ebay
  • Linkedin
  • Mattel
  • Monsanto
  • PayPal
  • Procter & Gamble
  • The Hershey Company
  • Tesla
  • Time Warner
  • Twitter 
  • Walt Disney

Como se tornar um investidor?

Agora que você já conhece como este grande ícone do mercado atua, já pensou em entrar no mundo dos investimentos? Vamos falar a seguir sobre os primeiros passos para ingressar na área e ver de perto como investir na Bolsa de Valores.

De início, você deve se afastar das chamadas dicas infalíveis e atalhos. Não existe uma “receita de bolo” que vá te levar a grandes lucros, e tampouco há truques mágicos no mundo dos negócios. Para se tornar um investidor, mesmo que de pequeno porte, é preciso muita dedicação e cuidados. Antes de tudo, defina claramente seus objetivos e o tempo que espera para alcança-los, o prazo e seu alvo final são determinantes para suas ações a seguir. Uma vez que o investimento foi determinado, é fundamental partir para o segundo passo: contratar os serviços de uma corretora. A tarefa não é tão simples quanto parece. É necessário organização e dedicação, pois quanto melhor você souber aonde quer chegar e dispor de todas as informações pessoais necessárias, melhor será a assertividade com que sua corretora irá definir seu perfil de investidor e auxiliar na gerência de suas ações.

Pesquise bastante e veja o que as diferentes corretoras de investimento podem te oferecer. Geralmente, uma boa corretora vai proporcionar serviços como: suporte para conhecer o funcionamento da Bolsa de Valores, definição de perfil como investidor, consultoria de especialistas do mercado, indicar e sugerir investimentos de acordo com seus interesses, apresentar novos produtos e tendências do mercado e acompanhar o desenvolvimento dos seus negócios, com relatórios e informativos.

Tenha cautela no início da sua trajetória, evitando dar passos largos e investindo todos os recursos em um único negócio. Ser um investidor é estar atento para todas as lições que o mercado pode dar e é imprescindível começar a jornada com a preocupação de agregar conhecimento e experiência. Os clubes de investimento são uma interessante maneira de dar os primeiros passos na Bolsa de Valores, sem riscos de grandes perdas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *