Como usar a análise técnica com alta eficiência no Mercado Forex

Sucesso Forex

A análise técnica é um dos métodos de investimento mais utilizados no mercado Forex, e a razão para isso é bastante simples de entender e pode ser resumida no fato de que ela simplifica as decisões de investimento de muitos investidores que, na maior parte das vezes, não vão ter acesso as mesmas informações ou à mesma capacidade de interpretação das informações que os grandes players do mercado como grandes bancos de investimentos internacionais, grandes multinacionais, entre outros. Isso se torna um problema menor a medida em que o investidor vai ficando realmente experiente no mercado Forex, mas inicialmente a análise técnica parece ser o melhor caminho e não é a toa que é tão popular nesse mercado.

Mas como usar esta técnica do modo mais eficiente possível, de modo a obter excelentes retornos com o menor nível de risco possível? Bom, um dos meios mais utilizados para isso é tentar prever se um determinado par de moedas irá se movimentar para uma das direções (subindo de valor ou descendo de valor) ou se ele irá se movimentar em uma forma de “zig-zag”, ou seja, subindo e descendo constantemente, mas sempre dentro de um determinado range, de uma determinada amplitude.

Para conseguir fazer essa previsão, o método mais utilizado geralmente envolve traçar uma linha conectando os pontos de preços que, no passado, foram o limite do quanto um determinado para subiu ou diminuiu de preço, ou seja, pontos históricos de alta ou de baixa no preço de um para, de um ativo, acima ou abaixo dos quais aquele para nunca subiu ou diminuiu, respectivamente. Assim, com esse método iremos achar os pontos de suporte – abaixo do qual o preço do par nunca caiu – e os pontos de resistência – acima dos quais o preço daquele par tambem nunca subiu e com isso poderemos saber, com um grau razoável de certeza, se aquela tendência de movimentação do preço do ativo sob análise irá continuar ou irá terminar.

Sucesso Forex

De um modo geral, os principais pares de moedas do mercado Forex, ou seja, aquelas com maior volume de negociação, tais como euro / dólar; dólar / iene; dólar / marco alemão, entre outras, costumam ter uma maior probabilidade de ter um movimento em forma de tendência, enquanto os chamados pares de cruz – aqueles que não envolvem o dólar – geralmente possuem uma maior probabilidade de se moverem de acordo com uma amplitude dentro de seus pontos de resistência e suporte.

Outro ponto que também merece ser chamado a atenção é que muitos investidores do mercado forex também usarão, em conjunto com essa metodologia, diversos indicadores de análise técnica para os ajudarem a prever a movimentação futura dos preços dos pares que estão investindo. Falar mais a fundo sobre esses indicadores é um tema mais complexo que irá ficar para um próximo artigo, mas por hora é bom ter em mente que será necessária a utilização deles com certa frequência para obter um grau de eficiência máximo.

 

 

Quanto dinheiro é necessário para começar no Trading Esportivo?

O Trader esportivo

 

Se você esta curioso para saber a resposta dessa pergunta, eu creio que você provavelmente seja um iniciante no Trading esportivo. Por isso, vou dar a resposta que eu considero a mais adequada para qualquer iniciante: O mínimo de dinheiro possível.

Na maior parte das vezes, quando você ainda esta iniciando no Trading esportivo e tentando aprender por conta própria você irá perder o dinheiro que investir. Assim, é melhor que você perca o mínimo de dinheiro possível, pois as lições aprendidas –e que te permitiram ganhar muito dinheiro no futuro – serão as mesmas independentemente da quantia de dinheiro aplicada. Quando você ainda não sabe nada, essa quantia de dinheiro inicial que você provavelmente irá perder é como se fosse um custo da sua educação no mercado, para que em uma segunda oportunidade você possa voltar com os conhecimentos necessários para ter uma alta chance de sucesso e ganhos financeiros.

Entretanto, se você tiver um bom mentor para lhe guiar, desde o início, quais os passos a seguir, suas chances de obter sucesso logo de primeira são muito maiores. Um bom curso para quem quer aprender, na minha visão, é o curso Trader esportivo, criado pelo Juliano Fontes, que visa exatamente a ensinar iniciantes, de uma forma passo a passo, como iniciar no Trading esportivo.

O Trader esportivo

 

A maldição dos “jogadores”

 

            Como já falei alguns artigos atrás, uma das principais habilidades de qualquer trader esportivo que efetivamente consiga ganhar dinheiro com consistência é a capacidade de controlar seus riscos de modo a tornarem estes os menores possíveis. Apesar de a estratégia envolvida nesse objetivo não ser algo muito complexo o problema é que, como não poderia deixar de ser quando se trata de investimento, ela exige um alto grau de disciplina por parte do Trader esportivo.

Infelizmente muitos traders não conseguem manter essa disciplina a longo prazo e o que ocorre a partir daí é que eles passam a se comportar não como investidores que deveriam ser mas como jogadores. Suas decisões passam a ser guiadas completamente pela emoção e, como tal, fazem com que percam cada vez mais dinheiro sem se dar conta, pois estupidamente sempre acreditem que as perdas irão se recuperar magicamente e ele reverterá a situação.

A capacidade de controlar os seus impulsos e ter um alto grau de disciplina e a característica número um de qualquer trader de sucesso, mas desenvolver essa habilidade requer muito tempo de prática e experiência no mercado, pois o ser humano é naturalmente emotivo e, mesmo sem se dar conta disso, você terá a tendência em tomar atitudes completamente emocionais e virar um jogador de fato, aplicando seu dinheiro não como forma de investimento mas como forma de distração, o que fatalmente pode acabar te levando a ruína financeira.

É por isso que esse ponto não pode ser enfatizado o bastante: Garanta que você tem disciplina o suficiente para ser um Trader esportivo.

Quais os tipos de títulos do tesouro que eu posso investir

Títulos do tesouro

            Já falamos em vários outros artigos em riqueza de detalhes sobre as características do investimento em tesouro direto. Nesse artigo iremos falar brevemente sobre os diferentes tipos de títulos do tesouro nos quais você pode investir. Eu recomendo que você escolha aquele que mais se adapta ao seu perfil.

Primeiro vamos falar sobre os diferentes tipos de títulos do tesouro, que são dois: Títulos pré-fixados e títulos pós-fixados. Os pré-fxados são títulos nos quais o investidor já sabe quais são os juros que irá receber, já nos pós fixados o investidor recebe uma remuneração que irá variar de acordo com algum índice determinado, como o IPCA, por exemplo. Entre os títulos com maior nível de circulação estão: Letras financeiras do tesouro, letras do tesouro nacional, NTN-F, NTN-B e NTN-B Principal.

As LFT, ou letras financeiras do tesouro, são títulos pós-fixados, atrelados a variação da taxa SELIC, a taxa de juros básica da economia. A desvantagem é que se a inflação ficar muito alta e começar a se aproximar da SELIC seu ganho com a simples compra desse título pode ser quase próximo de zero.

Títulos do tesouro

As LTN, ou letras do tesouro nacional, são títulos pré-fixados, que geralmente oferecem um valor um pouco mais elevado do que a taxa de juros. Já as NTN-F, ou notas do tesouro nacional série F, são bastante semelhantes as LTN, mas com a diferença que os juros são pagos de forma periódica, geralmente semestralmente.

As NTN-B, notas do tesouro nacional série B, são títulos pós-fixados indexados a inflação e que além disso também oferecem o pagamento de juros periodicamente. A NTN-B principal é igual a NTN-B, com a única diferença de que os juros não são pagos semestralmente, mas apenas na data de maturação do título e se você vender o mesmo antecipadamente.

Como fazer a gestão do dinheiro para o Trading esportivo na Betfair

Trader esportivo

 

          O Trading esportivo bem sucedido e capaz de produzir resultados a longo prazo passar necessariamente por ser capaz de gerir o dinheiro investido. Embora muitos pensem que o trading esportivo se limita a ser capaz de prever os resultados de jogos e o movimento de apostas corretamente em plataformas online como a Betfair, a realidade é que sem um bom método de gestão do dinheiro você vai acabar queimando todo o seu dinheiro mais cedo ou mais tarde e sendo forçado a sair do Trading esportivo, pois ninguém acerta todas e sem a gestão do dinheiro adequada é impossível controlar o montante das suas perdas.

Para começar, você separar uma pequena quantia para começar a fazer os trades. Essa quantia deve ser pequena e não deve fazer qualquer falta para você, de modo que ainda que você perca não terá problemas. O Juliano Fontes explica muito bem no curso de trading esportivo dele como fazer essa gestão, e eu aqui vou passar uma visão geral.

Trader esportivo

Após definir o capital que será utilizado para o Trading, o próximo passo é dividir esse capital em 50 partes iguais. A ideia aqui é que você nunca arrisque mais do que 2% do seu capital total em qualquer trade. Isso significa que mesmo que você entre em uma maré de azar e tenha 30 ou até mesmo 40 trades consecutivos mal sucedidos, ainda assim você terá capacidade para continuar no Trading. Desse modo, você poderá continuar testando e adaptando seu método de investimento a partir do que aprendeu com as perdas anteriores. Sempre que você for testar uma nova estratégia de trading, o ideal é que você faça novamente essa divisão do seu capital em 50 partes, pois assim garante que continuará tendo capital para continuar investindo mesmo após um grande número de perdas iniciais, e assim terá tempo hábil para ir aperfeiçoando essa nova estratégia.

O próximo passo a partir daí é definiri em qual tipo de esporte você quer investir através do trading esportivo. Para grande parte dos brasileiros, esse esporte será o futebol, mas não há qualquer obrigatoriedade e o importante é que você escolha um esporte diante do qual você tenha um mínimo de conhecimento e possa garantir minimamente que vai conseguir gerar bons resultados.

Tendo escolhido o seu esporte, o próximo passo é definir qual será o seu stop loss, mas esse será um assunto que iremos deixar para o próximo artigo devido a sua importância.

Riscos e vantagens de investir em Forex

Curso de Forex

            O mercado Forex apresenta uma série de vantagens, mas também algumas desvantagens se comparado a bolsa de valores. Nesse artigo, iremos falar um pouco melhors sobre essas vantagens e riscos extras associados ao Forex para que você possa decidir por si mesmo qual é o melhor tipo de mercado para investir para você.

O tamanho, a imensa liquidez e o fato de ser um mercado global são todos fatores que tornam o Forex um mercado muito atrativo. A altíssima liquidez torna possível que qualquer investidor assuma uma posição altíssima sem que isso seja capaz de ter qualquer influência na cotação de uma moeda específica. Além disso, a a própria assunção de posições agigantadas é muito facilitada pelo alto grau de alavancagem oferecido por esse mercado. O problema, entretanto, é que a alavancagem é uma faca de dois gumes: se o movimento segue a sua previsão você ganha muito, mas caso isso não ocorra você sofrerá um verdadeiro baque financeiro.

Curso de Forex

Outra grande vantagem do Forex é que ele é o único mercado que é verdadeiramente 24 horas. Como as operações vão ocorrendo ao longo do mundo, sempre é possível operar nesse mercado. A medida em que o mercado americano fecha, alguns mercado europeus e muitos do leste asiático estão apenas começando.

A volatilidade do mercado em geral é baixa, pois moedas costumam apresentar variações de preço muito menores do que ações, mas isso acaba sendo compensado pela alto grau de alavancagem que a maioria das posições apresentam no Forex.

 

Algumas diferenças entre o mercado de ações e o mercado Forex

 

            É importante que você consiga ter em mente pelo menos um quadro geral com as principais diferenças entre o Forex e o mercado de ações, como forma de decidir melhor qual dos dois você acredita que se encaixa mais no seu perfil.

Uma das principais diferenças, além daquelas já citadas, é que no Forex existem um número muito menor de ativos financeiros sendo negociados. Enquanto no mercado de ações existiram milhares ou até mesmo dezenas de milhares de ações diferentes nas quais você poderá investir, a negociação no mercado Forex tende a se restringir a sete pares moedas, os 4 principais (Euro/dólar, dólar/yene, marco alemão/dólar, dólar/franco suiço) e outros 3 (Dólar americano/dólar canadense, dólar australiano/dólar americano, dólar neozelandês/dólar americano). Isso de certa forma pode facilitar a vida dos iniciantes, pois só precisarão acompanhar as notícias macroeconômicas de cerca de 8 países diferentes ao invés de ter que analisar centenas de ações para decidir em qual investir.

Outro ponto de diferenças bastante acentuado entre o mercado Forex e o de ações é que no primeiro é muit mais fácil realizar uma venda a descoberto, aumentando as possibilidades de lucros mesmo em mercados em franca queda. No segundo tipo de mercado existem em geral uma série de regulações que acaba por dificultar em larga escala a implementação de uma venda a descoberto, o que torna muito mais difícil que você consiga lucrar com mercados em queda.

Um ponto final que pode ser muito interessante para iniciantes é que no mercado Forex, as taxas cobradas pelas corretoras costumam ser variáveis em função da quantia investida, e não fixa como no caso da maioria das corretoras de ações. Assim, que ainda esta começando, com um capital mais baixo, acaba pagando muito menos taxa de corretagem ao investir em Forex se comparado com o investimento em ações.

Para saber mais a respeito do Forex e saber se ele é para você, veja este curso Forex.

Como funciona o Forex?

Curso de Forex

             Como já sabemos, mercado Forex é o mercado Internacional de moedas. Porém, como exatamente esse mercado funciona? Como se dão as operações nele? É isso que veremos nesse artigo.

Um dos aspectos mais únicos do mercado Forex é que nele não existe nenhuma instituição que centralize as operações que ocorrem, ou seja, não existe nenhuma bolsa central que seja responsável pela liquidação das operações. As operações são realizadas de forma eletrônica através dos computadores dos trades conectados a rede do Forex. O mercado funciona durante quase o tempo inteiro. Para ser mais preciso, o mercado Forex, esta aberto durante cinco dias e meio por semana, 24 horas por dia. As operações com moedas são realizadas no mundo Inteiro e ocorrem quase que sem parar, principalmente nos grandes centros financeiros como Londres – principal pólo mundial do mercado Forex -, New York, Tokyo, Zurique, Frankfurt, Hong Kong, Singapura, Paris e Sydney.

Curso de Forex

Considerando os diferentes fuso horários, é literalmente como se o Forex não parasse nunca, pois quando terminam as horas de trading em Nova York, por exemplo, o mercado só esta começando em Hong Kong ou Tokyo. Assim, esse mercado é extremamente ativo durante a maior parte do tempo.

Dentro do Forex, existem três formas diferente de mercados: O mercado a vista, o mercado Foward e o Mercado Futuro. O principal é o mercado a vista, pois é neste que se encontram os ativos nos quais os mercados Foward e futuro irão se basear.

O mercado à vista nada mais é do que o mercado no qual as moedas são compradas e vendidas de acordo com o preço atual. Esse preço irá variar de acordo com diversos fatores como taxa de juros, questões macroecônomicas, considerações sobre a situação dos países emissotes daquela moeda, etc. Lembrando sempre que a negociação é feita em pares, então um dos lados entrega uma moeda a um determinado preço e o outro entrega outra moeda de acordo com o seu preço simultaneamente, sendo a diferença paga em dinheiro. Aqui você já pode começar a entender como funciona esse mercado e como se ganha dinheiro operando nele, algo que um bom curso Forex deve explorar com profundidade.