Como comprar criptomoedas no Brasil?

Criptomoedas ainda são ativos de importância independentemente da volatilidade que a maioria delas se encontra. Até porque grande parte dos especuladores acabam utilizando este tipo de situação para fazerem bons lucros.

E de fato, muitos também gostam de utilizar a moeda exatamente pelo seu valor filosófico não inflacionário ou algo do tipo. Mas sua natureza diferenciada e única acaba sendo bastante comum quando o assunto são as transações.

Hoje temos uma série de exchanges e maneiras de vender e comprar. E é sobre isso que iremos falar hoje. Vamos te mostrar como comprar criptomoedas no Brasil.

Vamos conferir?

Como comprar criptomoedas no Brasil?

Como comprar criptomoedas no Brasil

Antes de mais nada é importante dizer que existe mais de um jeito de fazer transações com criptomoedas. Por isso vamos listar aqui algumas das principais formas e você pode decidir qual a melhor para o seu caso.

 

1 – Peer-to-peer (P2P)

Esta é a maneira mais tradicional de fazer transações com criptomoedas, até porque este era o plano original quando o Bitcoin foi concebido. Descartar um intermediário de certa forma traz vantagens para o anonimato e reduz taxas.

Mas por outro lado você terá que confiar plenamente na outra pessoa. Ter certeza de que ela irá concluir a transação do lado dela. Por isso, sempre tente esperar as três confirmações básicas da blockchain para garantir o resultado final antes de pagar algo.

 

2 – Corretoras (Exchanges)

O meio de troca por corretoras é o mais tradicional quando o assunto são moedas. Tanto moedas físicas quanto criptomoedas. Neste caso você pode utilizar várias que estão disponíveis no mercado.

Nós geralmente recomendamos a Binance por ter um histórico sólido e seguro de todas as suas transações até o momento. Além disso, a plataforma é bem intuitiva e fácil de se utilizar, sem muitas regras complicadas também. Mas, se você preferir, pode utilizar qualquer corretora de sua preferência.

Neste caso, basta ir até o site ou mesmo baixar o app e criar a sua conta. Depois disso deposite o saldo que você deseja comprar em criptomoedas e então faça uma troca pelo valor desejado.

Depois você pode deixar as cripto dentro da sua carteira da corretora ou enviar para a sua carteira pessoal. Nós recomendamos que você deixe sempre na sua carteira pessoal, a não ser que for fazer uma outra transação rápida.

O grande prejuízo desta forma de troca é que você vai ter que pagar algumas taxas. São pequenas, mas são inevitáveis.

 

3 – DEX

As DEX, ou Decentralized EXchanges, são formas também válidas, mas ainda experimentais de fazer transações de compra de criptomoedas. Neste caso não há um órgão central para fiscalizar as coisas, o que ajuda no anonimato, mas traz problemas caso haja falhas.

De uma forma geral você pode alcançar excelentes resultados utilizando uma DEX, mas elas podem exigir um pouco mais de conhecimento técnico das coisas. Além de ser algo bastante vulnerável dependendo de qual DEX você utiliza. Algumas das mais famosas DEX são a 1INCH e a Uniswap.

 

Conclusão

Como você pode ver, existem várias formas de comprar criptomoedas no Brasil. Então escolha aquela que te for mais agradável e invista de uma forma sadia.

Lembrando que qualquer dúvida estamos à disposição aqui nos comentários e, claro, este artigo não se trata de recomendação financeira ou qualquer coisa do tipo.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.