Lightning Network: como usar?

Quando o Bitcoin foi criado, um dos principais pontos que podíamos ver como vantagem era a troca de valores de maneira quase imediata. Tudo funcionava semelhante ao que nós temos hoje com o pix, que de certa forma foi baseado no próprio Bitcoin ao seguir a tendência e buscar competir com muitas vantagens oferecidas pelas criptomoedas.

Mas o fato é que a rede do Bitcoin cresceu muito, e isso também trouxe alguns impedimentos de velocidade e até mesmo colocou a possibilidades de taxas altas de transações.

Mas isto não foi um grande problema, pois criaram uma opção viável para resolver a situação. Neste caso, escolheram criar a Lightning Network, que serve para valores de transação menores, aquelas mais corriqueiras, sendo feitas sem gastar muito.

Mas como usar a Lightning Network? Esta é a dúvida de muita gente que está iniciando no Bitcoin.

Por isso, hoje estamos aqui exatamente para falar um pouco mais sobre o assunto e te orientar da melhor maneira a conseguir este tipo de resultado.

Vamos conferir?

Lightning Network

Lightning Network: como usar?

Primeiramente, é importante notar que a Lightning Network vai exigir um tipo especial de carteira. Ela precisa ter um protocolo Multisig, ou seja, com múltiplas assinaturas. Isto também é necessário para a carteira da pessoa que receberá o dinheiro.

Isto permite que vocês criem um canal com um certo balanço e garantia de pagamento entre as duas partes, que só depois que for fechado é contabilizado dentro da rede principal do Bitcoin.

Isso permite uma grande velocidade de transação e evita vários custos que possam ser uma dor de cabeça no longo prazo, já que a transação “foge” do possível congestionamento da rede do bitcoin.

Para conseguir esta façanha você pode também operar um nó completo do Bitcoin, sendo a pessoa responsável por todas as partes da transação. É como se você fosse o seu próprio banco.

O que pode ser intimidador para alguns, realmente aparece como oportunidade para outros.

Mas algumas oportunidades interessantes que nós podemos ter também são com carteiras como a Bitcoin Lightning Wallet para Android e também a Blue Wallet para iOS e Android. Também existem várias outras opções que vale a pena conferir.

Entretanto, é importante notar que você também pode contar com algumas doações de Lightining Faucets, onde você poderá encontrar pequenas porções em satoshi para você conseguir ir acumulando.

De certa forma, a lightning network está se expandindo também para outras criptomoedas, ou pelo menos o seu conceito esta se expandido, como podemos ver com as blockchains de 2a camada como a Polygon Network no caso da Ethereum.

 

Considerações finais

Como você pode ver, a Lightning Network é uma maneira simples e rápida de se realizar transações com Bitcoin. Por ser colocada principalmente fora da rede principal, é normal que você tenha resultados próximos do instantâneo em termos de velocidade.

Isto, no longo prazo, acaba mostrando uma real vantagem para quem quer aprender a transacionar de maneira regular com o Bitcoin. Usando até mesmo ela como uma das moedas principais, abrindo caminho para que, talvez, um dia, o Bitcoin seja usado de modo corriqueiro assim como a moeda fiat é hoje.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.