O que é ARK?

Ark é uma plataforma que pretende simplificar o processo de desenvolvimento de uma blockchain, de modo a impulsionar a adoção em massa dessa tecnologia. Para isso, um dos principais focos da ARK é tentar incorporar o máximo de linguagens de programação possíveis.

Vamos ver melhor como esse projeto de alto potencial funciona na prática.

 

Ark: Estrutura

 

A estrutura da ARK é composta basicamente de 3 partes: Smart Bridges, SDK’s de múltiplas linguagens e Blockchains implementáveis através de um único botão.

As Smart Bridges tem a função de criar linhas de comunicação entre diferentes blockchains, garantindo a interoperabilidade.

Os SDK’s de múltiplas linguagens são as ferramentas necessárias para o desenvolvimento de novas blockchains na Ark utilizando um total de 14 linguagens de programação entre as mais populares.

A 3ª parte da estrutura é exatamente o que você imaginaria pelo nome: Um método fácil e simples para começar a rodar uma blockchain dentro da Ark, que já vem com todas as smart bridges implementadas.

O mecanismo de consenso da Ark é o delegated proof-of-stake, limitado atualmente a 51 nodes delegados, que são escolhidos pelos usuários que fazem staking de ARK na rede, semelhante ao que ocorre com criptomoedas como a ada. Cada node recebe 2 Ark para cada bloco forjado, o que ocorre a cada 8 segundos.

 

Ark: História

 

A Ark foi lançada através de um ICO no final de 2016, com uma oferta inicial de 100 milhões de tokens ARK. De seu preço inicial de cerca de 0.20 dólares, a ARK bateu seu topo no final do último Bull run das criptomoedas, chegando a 9.40 dólares em janeiro de 2018.

Fundada por François Toohrens em Paris, a Ark conta com um time de desenvolvimento com grande experiência no setor de blockchain, incluindo o Próprio François, que já foi um dos principais desenvolvedores do projeto da criptomoeda Lisk. Além de François, o time é composto por mais 30 membros espalhados ao redor do mundo e mais de 100 contribuidores open-source para o projeto.

 

Conclusão

Apesar de ter um projeto bem interessante e de alto potencial, é preciso sempre lembrar que já existem competidores mais avançados que já buscam ser a plataforma de escolha do mundo da blockchain, como a própria Ethereum ou a já citada Ada Cardano.

Apesar disso, a Ark tem alguma chance de se destacar nesse cenário pelo seu foco em simplicidade, algo que a ethereum, de cara, já sai perdendo ao permitir uma única linguagem de programação, a Solidity, pouca utilizada fora dessa blockchain. A facilidade para começar a rodar uma nova blockchain na Ark também é algo que deve ser levado em consideração na comparação com a concorrência.

Além disso, a ARK é ainda uma criptomoeda com menor valor de mercado e com um potencial maior de valorização proporcionalmente, o que pode representar uma boa apreciação do capital para quem esta disposto a investir nesse projeto a longo prazo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *