O que é Klaytn (KAY)?

A Klaytn é uma criptomoeda concebida pela gigante de tecnologia sul-coreana Kakao, avaliada em 40 bilhões de dólares. A Kakao atua em diversos segmentos na economia sul coreana, sendo um dos principais o seu aplicativo de mensagens instantâneas, utilizado por 93% da população; Além disso, a Kakao também é dona de um dos serviços de transporte mais utilizado pelos sul coreanos, a Kakao Taxi; desenvolve o Kakaobank, um banco digital responsável por “expulsar” muitos bancos estrangeiros na coréia do sul; e presta ainda mais uma dúzia de outros serviços.

No último Bull run do mercado cripto, em 2017-2018, a Kakao resolveu lançar a sua própria criptomoeda. Devido ao gigantesco tamanho da Kakao, as autoridades sul coreanos demonstraram o seu medo de que a Klaytn viesse a ameaçar a moeda oficial do país, o Won sul coreano, o que obrigou a Kakao a utilizar uma estratégia diferente e indireta para lançar a Klaytn. Por um lado ela criou uma parceria com a Dunomo na Coréia do sul, empresa que fundou a Upbit, famosa corretora de criptomoedas do país, e, por outro, criou uma subsidiária japonesa, a GroundEx, que ficou responsável por desenvolver o projeto Klaytn.

 

Criptomoeda Klaytn (KLAY): Como funciona?

 

A Klaytn pretende ser a Blockchain de escolha dos negócios sul coreanos para transações envolvendo criptomoedas, stablecoins e NFT’s. Atualmente, a Klaytn possui mais de 60 Dapps desenvolvidos na plataforma, incluindo uma corretora descentralizada, ou DEX, a KlaySwap, que opera mais de 300 milhões de dólares em volume de negociação diária.

A blockchain da Klaytn é uma das mais rápidas em operação atualmente, com um tempo de bloco de 1 segundo e capacidade para processar até 4 mil transações por segundo. Entretanto, toda essa velocidade vem com um custo: A sua relativa centralização. O mecanismo de consenso usado pela Klaytn é chamado de permission proof-of-stake, ou seja, quem quer fazer staking na rede com o objetivo de se tornar validador precisa ser previamente aprovado pelo Conselho da Klaytn, o que dá a essa rede um certo poder centralizador não existente em outras blockchains verdadeiramente descentralizadas.

A Klaytn foi criada como um fork da Ethereum, rodando a Ethereum Virtual Machine e oferecendo suporte a execução de smart contracts programados em Solidity, a linguagem da ethereum. As taxas da Klaytn são em média 1 décimo das taxas da ethereum, o que, apesar de barato comparativamente, ainda é bem alto quando comparada com blockchains de baixo custo e com taxas de apenas centavos como a XLM ou AVAX.

Os nodes da Blockchain da Klaytn são chamados de core cell operators e, em conjunto, formam a core cell Network, ou CCN. Esses nodes são rodados pelos membros do conselho de governança da Klaytn, composto atualmente por mais de 30 empresas ao redor do mundo, tanto relacionadas as criptomoedas como de outros setores, como a LG, Binance, Huobi, MakerDao e muitas outras. Cada membro do conselho precisa deixar em Staking na rede pelo menos 5 milhões de Klaytn para operar esse tipo de node.

Os CNN’s são responsáveis pela parte mais importante da blockchain, a validação das operações. Essas operações, por sua vez, vem dos ENN’s ou Endpoint Network Nodes, que são o ponto de contato entre os usuários e os CNN’s sempre que uma nova operação entra na rede. Os ENN’s não precisam fazer staking para participar da rede e, em conjunto com outras infraestruturas auxiliares – como as service chains, que são blockchains paralelas a Kaytn – recebem até 54% das recompensas por bloco validado.

As service Chains podem ser entendidas como uma espécie de Layer 2 da Klaytn, assim como a Polygon é da Ethereum, por exemplo.

 

Klaytn: Preço

 

A KLAY obteve uma valorização de quase 750% esse ano, saindo de 0.50 dólares no início de janeiro para 4.25 dólares em seu topo, em 28 de março. De lá para cá seu preço tem caído constantemente, estando cotada atualmente a 1.35 dólares.

Klaytn Preço

Apesar de sua subida de preço impressionante, é fato que muitas outras altcoin apresentaram a mesma performance ou até melhor esse ano, o que faz a KLAY parecer menos impressionante quando olhada nesse contexto. Além disso, com uma oferta total prevista em 10 bilhões de KLAY (Atualmente em 2.47 bilhões) e uma inflação anual de 300 milhões de novos Klays emitidos, é necessário que haja uma demanda realmente alta para puxar o preço dessa cripto para cima, o que simplesmente parece não estar acontecendo.

Por fim, é bom lembrar que os competidores diretos da Klaytn são nada mais nada menos do que Ethereum, Ada Cardano, Polkadot e várias outras plataformas Defi que ja foram capazes de entregar muito mais do que a Klaytn. Além disso, muitos desses competidores possuem grandes eventos chegando no ano de 2021, como lançamento de novas funcionalidades e grande parcerias comerciais, que podem realmente fazer sua cotação catapultar.

Tudo isso em conjunto faz com que a Klaytn talvez não seja a melhor opção para quem quer maximizar seus ganhos investindo em criptomoedas.

A longo prazo, por outro lado, é bem possível que a Klaytn consiga reverter essa tendência e se torne uma das principais criptomoedas do mundo, tendo em vista que tem por trás uma verdadeira gigante de tecnologia que basicamente monopoliza diversos setores na Coréia do Sul, o que se dúvida da um Leverage significativo para adoção em massa dessa criptomoeda. O único problema é que, até o momento, a Klaytn parece ser até mesmo hostil a ideia de descentralização real, e todo o seu ecossistema não chega nem perto do mesmo nível de descentralização do bitcoin, ethereum, etc.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *