O que é o Aave?

Imagine como seria poder pegar um empréstimo sem ter que recorrer a uma grande instituição bancária e passar por um processo altamente burocrático e demorado de análise de crédito para, talvez, conseguir obtê-lo.

É isso q a Aave busca trazer, uma plataforma Defi, operando na Ethereum que concede empréstimos via blockchain e com a possibilidade dos flash Loans, empréstimos que duram poucos segundos e sem a necessidade de garantias.

 

Criptomoeda AAve: O que é?

 

Os empréstimos do sistema bancário tradicional seguem uma lógica baseada em obter liquidez de um lado, através da emissão de papeis como o CDB e outros títulos e posterior venda a clientes do banco que estejam dispostos a deixar seu dinheiro parado em troca de juros, e, de outro lado, emprestar os recursos assim obtido por um juros maior do que aqueles oferecidos aos clientes/credores do banco, o chamado Spread – A diferença entre essas duas taxas de juros – que é a principal fonte de receitas dos bancos comerciais.

Os empréstimos do sistema financeiro do futuro, o Defi, funcionam de modo diferente. As condições do contrato de empréstimo entre o tomador e o credor são firmadas por meio de um Smart Contract, que só executa o empréstimo a medida em que as condições sejam efetivamente atendidas. Não é necessário qualquer identificação ou obtenção de dados de nenhuma das partes, e também não é necessário qualquer intermediário, já que é o próprio sistema – através do smart contract – que opera a transação. (Para entender melhor o que é um smart contract e quais as vantagens que essa tecnologia traz para esse e muitos outros casos, clique aqui.)

Outro ponto importante é que aqui não é um único usuário da rede que irá emprestar, mas sim uma pool composta por todos aqueles usuários que estejam dispostos a abrir mão temporariamente de parte de suas criptos em troca de juros, e é dessa pool que o usuário da outra ponta, que esta buscando um empréstimo, toma emprestado.

Como a execução do contrato é feita de modo automatizado pelo Smart Contract correspondente, não há a necessidade de uma análise de crédito demorada como no mercado tradicional, já que, não cumpridas as condições pelo tomador, o próprio Smart Contract vai prender o empréstimo na rede e não liberar os recursos para o tomador.

Atualmente, a pool da Aave possui mais de 10 bilhões de dólares em criptos destinada a empréstimos. Ao destinar suas criptos para a Aave, você recebe um token, o Atoken, que te á o direito de receber de volta a mesma quantidade de criptos mais os juros em uma data futura, tudo de acordo com as condições já pre-estipuladas no Smart Contract respectivo. A partir do momento que você recebe o seu token, aquela quantia permanece na sua carteira, porém fica “travada”, até que o empréstimo seja concluído e você possa movimentar novamente o montante.

O Tomador também precisa deixar uma garantia na rede, por meio do que é chamado de sobrecolateralização, ou seja, ele deixa um valor em criptomoedas maior do que o valor que ele deseja obter como garantia. Isso pode parecer sem sentido inicialmente, mas se destina principalmente a prover liquidez de curto prazo para o usuário sem q ele precise necessariamente vender criptos nas quais ele acredita e que podem muito bem estar valendo 3-4x daqui a poucos meses, uma apreciação da qual ele não se aproveitaria se tivesse que vender.

Assim, vamos supor por exemplo que você tenha 10 mil reais em ether e tenha algumas contas que precise pagar e não tenha dinheiro fiat suficiente no banco. Você pode, em tese, vender seus Ether e conseguir 10 mil reais para pagar as contas, porém, se o Ether se valorizar daqui a alguns meses e essa mesma quantidade de Ether estiver valendo 40 mil reais, você perdeu uma grande oportunidade pelo simples fato de não possuir liquidez nesse momento.

Utilizando o protocolo Aave, por outro lado, você poderia deixar esses 10 mil em garantia e conseguir o equivalente a 8 mil reais em alguma stablecoin, vendê-las para pagar as contas e quando tivesse o dinheiro de volta mais os juros, usar para pagar o empréstimo e resgatar seus ether de volta. Dependendo da situação, seria possível até mesmo que nesse meio tempo o ether já tenha se valorizado o suficiente para que você nem precise ganhar dinheiro por fora para pagar o empréstimo e possa simplesmente usar uma pequena parte da garantia dada e resgatar o restante.

Do ponto de vista de quem empresta, as taxas de juros da Aave são estáveis a curto prazo, mas podem variar no longo prazo dependendo da demanda pela moeda que você esta ofertando ao pool, se é uma moeda mais demandada a taxa de juros que você vai receber é maior, e se a demanda estiver baixa os seus juros também diminuem

Também é possível fazer o que é chamado de um flash loan, um empréstimo que dura apenas alguns poucos segundos e não necessita de garantias, o que é uma excelente ferramenta para fazer arbitragem entre diferentes corretoras descentralizadas de criptomoedas, se aproveitando das respectivas diferenças de preço para uma mesma cripto entre uma DEX e outra.

 

Conclusão

A Aave é uma das criptomoedas mais promissoras no meio Defi e, não a toa, seu preço já cresceu em quase 4x desde o início do ano, batendo os 651 dólares em 15 de maio.

Aave preço

Talvez seja uma boa ideia manter um pouco de Aave no seu portfólio já que, de todas as inovações trazidas pelo universo de criptomoedas ao sistema financeiro tradicional, o Defi é certamente uma das maiores e, nesse setor, a Aave se destaca como uma das principais.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *