O que é SegWit?

Não é de hoje que o Bitcoin se tornou um dos ativos mais importantes do mercado. Principalmente depois de atingir valores de mercado absurdos, como por exemplo no grande boom durante a pandemia em que seu valor chegou a mais de 60 mil dólares por unidade.

Até chegarmos na estrutura robusta e segura que temos hoje, grandes problemas acabaram se mostrando presentes, principalmente aqueles que levam em consideração a escalabilidade da própria Blockchain.

Por ter um tamanho de bloco fixo, e também por ser calculado que cada bloco demorasse em média 10 minutos para ser minerado, a rede não suportaria mais do que 7 ou 8 transações por segundo.

Mas a fama do Bitcoin acabou por fazer com que muito mais transações fossem feitas, o que transformou a situação em algo completamente inesperado, sendo para alguns até mesmo um problema de longo prazo.

Houveram transações que demoraram dias para serem computadas em um bloco. O que de fato está longe do objetivo principal da moeda em si.

Além disso haviam outros problemas, até mesmo de segurança, onde poderiam se perder vários Bitcoins no processo.

A solução na época foi a criação do SegWit, onde você passa a ter uma segunda camada de segurança.

Hoje vamos falar um pouco mais sobre ele e explicar o básico que você precisa saber.

Vamos conferir?

SegWit

O que é SegWit?

SegWit é a abreviação para Segregated Witnesses, ou testemunhas segregadas. Este é um melhoramento na rede Bitcoin Core que permite em partes aumentar o tamanho do bloco de 1 megabyte para 4 megabytes (no máximo). Embora a média hoje deixe o tamanho em 2,1 MB.

O valor acaba variando de acordo com a disponibilidade e requisição da rede. Sendo realmente útil em dias que há um grande número de transações para entrar na fila.

Parte disto é a própria estrutura da Lightning Network, onde você poderá ter uma série de transações corriqueiras e rápidas sem ter que esperar muito ou mesmo pagar grandes taxas de mineração.

Um dos pontos de segurança mais importantes é o de evitar que hajam ataques de maleabilidade na rede, onde os fundos serão enviados para pessoa e uma das transações, mesmo após confirmação, pode ser apagada da rede.

Seja por um problema da conexão, DDOS, erro de mineração, ou o que for, a pessoa pode acabar precisando contar com a boa vontade de outra para refazer a transação. O que neste caso, como há várias testemunhas, deixa tudo mais seguro e a prova de falhas.

Após esta transformação foi possível encontrar um enorme salto no Bitcoin. Fazendo com que seu uso se tornasse ainda mais interessante.

 

Conclusão

O SegWit foi a principal base para a criação da Lightning Network e é hoje uma estrutura crucial para o bom andamento de toda a rede. Sendo assim, você poderá alcançar excelentes resultados de velocidade em transações.

Então por hoje é isso, esperamos que estas informações tenham sido úteis. Qualquer outra dúvida sobre o tema estamos à disposição.

Até a próxima dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.