O que é um Smart Contract?

Desde o início da economia moderna, o dinheiro tem sido um meio de troca para bens e serviços. Com o tempo, o dinheiro evoluiu para atender às necessidades das sociedades modernas. Hoje, o dinheiro é em sua maioria utilizado de forma digital e existe em muitas formas, dentre as quais a que parece prevalecer quando olhamos para o futuro são as criptomoedas.

As criptomoedas são uma forma de dinheiro digital que usa a criptografia para garantir transações e controlar a criação de novas moedas. O Bitcoin, por exemplo, é uma das mais conhecidas criptomoedas.

 

Vantagens das criptomoedas

As criptomoedas estão ganhando terreno no mercado financeiro e já são aceitas por algumas empresas como meio de pagamento. Essa aceitação é possível porque as criptomoedas oferecem vantagens para as empresas e para os consumidores. As vantagens das criptomoedas são:

  • Segurança: as criptomoedas são extremamente seguras. Os dados das transações são criptografados e ficam armazenados em um blockchain, que é uma espécie de registro público e imutável;
  • Rápido: as transações com criptomoedas são geralmente mais rápidas do que as transações com dinheiro fiat (dinheiro tradicional);
  • Anônimo: as criptomoedas permitem que as transações sejam realizadas de forma anônima. Isso é possível porque as criptomoedas não estão vinculadas a nenhuma instituição financeira ou a qualquer outra forma de identificação direta.
  • Descentralizado: as criptomoedas são descentralizadas, ou seja, não estão controladas por nenhum banco ou governo.

Graças às suas vantagens, as criptomoedas estão ganhando terreno no mercado financeiro e já são aceitas por algumas empresas como meio de pagamento. A adoção das criptomoedas ainda está em seu início, mas é possível que elas se tornem mais comuns no futuro.

 

O que é um Smart Contract?

Agora que já sabemos o que são as criptomoedas e quais suas principais vantagens frente ao mercado tradicional, vejamos o que é o smart contract.

Para entendermos o que é um smart contract, precisamos primeiramente saber do que se trata uma blockchain. Um blockchain é um banco de dados público, que é descentralizado e imutável, cuja principal função é registrar as transações feitas pelos usuários.

O que é um Smart Contract???

A tecnologia dos blockchains  permite que suas regras sejam alteradas pelos próprios usuários, sem intervenção governamental. O primeiro blockchain nasceu junto do Bitcoin, e sua função é similar à de um livro de contabilidade, que registra saídas e entradas de valores. A diferença é que ele está instalado em muitos computadores ao redor do globo e é controlado pelos próprios usuários.

Para que uma informação seja inserida na blockchain, os usuários precisam concordar que ela é verdadeira, e a partir deste momento ela fica registrada na rede de todos os computadores.

O smart contract, ou, em português, contrato inteligente, roda dentro de uma blockchain e suas cláusulas ficam gravadas nesta rede. Os smart contracts possuem várias funções, como serem utilizados em aplicativos de finanças descentralizadas, no mercado imobiliário e no varejo online.

Os Smart Contracts são, portanto, uma forma de automatizar o cumprimento de regras nos mais diversos tipos de transações, podendo ser programados de modos específicos para gerar uma determinada funcionalidade perfeitamente adequada ao contexto daquele mercado, aumentando a segurança, confiabilidade e eficiência daquele setor como um todo.

Várias blockchains de diversas criptomoedas aceitam os smart contracts, como a Ethereum, a Cardano, a Tron, a Tezos, a Solana, a EOS, entre outras.

E esta foi a nossa explicação sobre os smart contracts! Esperamos ter tirado suas dúvidas sobre o assunto, porém caso tenha ficado algum questionamento, deixe-o abaixo! Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.