O que é uma Wallet de bitcoin?

Como será que você guarda uma moeda totalmente digital e descentralizada? Se não há uma conta, tendo um Banco ou outra instituição financeira qualquer como contraparte, como será possível manter as suas criptomoedas guardadas de modo seguro?

Bem, isso é feito através de uma Wallet de criptomoedas, que nada mais é do que uma carteira digital aonde seus bitcoins e outras criptomoedas são guardadas de modo criptografado e seguro. Muitos são os tipos de Wallets e os seus prós e contras, por isso nesse artigo veremos não só o modo como as wallets funcionam como também as principais diferenças entre cada tipo de carteira digital.

Tipos de Wallet de Criptomoedas

 

Hot Wallet

Uma Hot Wallet é uma carteira de criptomoedas voltada para guardar pequenas quantidades de bitcoin e outras moedas digitais e cuja principal finalidade é facilitar a utilização dessas moedas no seu dia a dia. Esse tipo de carteira digital pode ser entendida literalmente como a sua carteira física que você guarda no bolso todos os dias, só que digital.

Wallet Bitcoin

Com esse tipo de wallet você consegue rapidamente acessar suas moedas digitais e realizar um pagamento sem grandes confirmações de segurança e processos que possam tornar o pagamento mais lento. Ela funciona através de aplicativos no seu celular – existem vários de diversas empresas diferentes – podendo ser acessada rapidamente e utilizada para pagamentos através da leitura de um QR code do estabelecimento no qual você consumiu.

É claro que esse não é o tipo mais seguro de carteira, pois o seu enfoque é na praticidade e não na segurança absoluta. Por isso mesmo, assim como você não anda com milhares de reais guardados na sua carteira todos os dias, não se deve guardar na hot wallet uma quantidade muito grande dos seus bitcoins ou outra criptomoeda qualquer.

 

Cold Wallet

A Cold Wallet tem um propósito um pouco diferente da Hot Wallet. A ideia aqui é ser uma espécie de cofre digital, que irá guardar suas criptomoedas com muito mais segurança, havendo muito mais barreiras para que ela consiga ser acessada.

Ela funciona basicamente através de um dispositivo eletrônico específico, parecido com um pen drive, que apenas estará conectado a Internet enquanto você estiver transacionando com as suas criptos, o que a torna muito menos provável de ser invadida.

Cold Wallet BTC
Exemplo de uma cold walllet de btc

A desvantagem dessa carteira é que o processo para acessá-la é muito menos prático do que no caso da hot wallet. Além da necessidade de ter o seu computador a mão, você gastará pelo menos algum tempo até fazer o processo de pareamento e autenticação entre o computador, celular e o dispositivo.

 

Paper Wallet

O terceiro e último tipo de carteira é a Paper Wallet, literalmente, carteira de papel. Para criar esse tipo de carteira você precisa de um software que irá gerar para você um endereço digital para recebimento e envio de criptomoedas, uma chave pública e uma chave privada – usada para acessar o endereço. A parti daí você irá imprimir um papel com um QR code contendo essas informações, para que você possa acessar a rede na hora de realizar uma transação.

Essa é a forma mais segura de guardar suas criptomoedas, entretanto, ela possui alguns requisitos que devem ser observados. O papel que você usar para as informações não pode ser perdido de jeito nenhum, pois se não você perderá acesso a própria carteira. Muitas bitcoins, inclusive, saem de circulação devido a donos que perderam o meio de acessá-las, o que na prática faz com que simplesmente não haja como reavê-las e elas permanecem eternamente perdidas na blockchain.

Outro cuidado é para que esse papel não fique a mostra, onde possa ter seu QR code facilmente escaneado por outra pessoa e também que não seja destruído, portanto, se você tem animal de estimação em casa é preciso tomar cuidado redobrado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *