O que é a Maker (MKR)?

Muito se fala dos Dapps e soluções descentralizadas de redes como a da Ethereum. E quem não é fluente no mercado das criptomoedas pode facilmente ficar confuso e até mesmo em situações ruins por conta de uma má comunicação sobre o assunto.

É normal não entenderem nada do que está se falando, pois às vezes uma aplicação possui uma moeda central e mais outras para administrar todo o processo. O que realmente é um pouco complicado e confuso.

Então hoje queremos simplificar uma opção bastante interessante para você falando o que é a Maker (MKR). Este é um token que está em alta e que permite o bom funcionamento de todo um ecossistema.

E aí, vamos conferir?

MAKER

O que é a Maker (MKR)?

A Maker é uma moeda descentralizada que faz parte do projeto MakerDAO. Esta é uma organização também descentralizada que tem como objetivo gerar uma stablecoin algorítmica pareada com o dólar.

Esta é a moeda DAI, e como o conceito diz, cada unidade da mesma deve valer um dólar. Entretanto, na prática há sempre uma pequena oscilação de valor na casa dos centavos.

A Dai foi um dos primeiros exemplos do que chamamos de stablecoin sobrecolateralizada no mercado de criptomoedas. Isso significa que o valor pareado ao dólar é mantido por meio de uma garantia em cripto que é dada pelo usuário do protocolo ao pegar um empréstimo em DAI.

A garantia geralmente permite uma emissão de DAI em torno de 80 a 90% do valor dado em garantia e se, em algum momento, o valor das criptos em garantia  cair além desse montante o contrato é liquidado automaticamente a as criptos vendidas no mercado, garantindo assim, que o valor da DAI sempre se mantenha em torno do mesmo valor de emissão, que será de 1 dólar por DAI.

Caso mesmo com a liquidação não se obtenha o valor necessário para que a DAI esteja completamente colateralizada e com valor garantido, então o protocolo MAKER emite novos tokens MKR e os vende no mercado para cobrir a diferença.

Por outro lado, caso se obtenha um valor superior ao necessário, o valor angariado é utilizado para comprar de volta do mercado tokens MKR e queimá-los, aumentando o valor dos tokens restantes de MKR  no mercado devido à menor oferta e beneficiando seus holders.

Além disso, os holders de MKR votam nos projetos de modificações do procolo, já que a Maker é uma DAO, ou seja, uma organização autônoma descentralizada, onde não é uma única empresa ou ente que toma todas as decisões mas sim a comunidade de holders do token da rede.

Como você pode ver, todo esse mecanismo e muito mais complexo e bastante diferente do utilizado por stablecoins centralizadas como USDC, TETHER e outras, que mantêm uma reserva em dólares para garantir o valor dos tokens emitidos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.